quarta-feira, 28 de novembro de 2007

Esteriótipos, rótulos, etc

Traduzo um livro em que o autor, a certa altura, diz que há dois tipos de pessoas.
A TV mostra uma propaganda de telefone na qual a empresa classifica as pessoas que possuem telefones celulares em dois tipos.
Há mais de 6 bilhões de habitantes neste planeta Terra. Segundo os cientistas, nenhum é exatamente igual a outro - a não ser que já tenham clonado alguém sem que saibamos.
Por que, então, temos essa mania de rotular, classificar, equiparar as pessoas umas com outras, em processo ridículo de tentativa de redução da diversidade espantosa do ser humano???
Não há dois tipos de pessoas!!!! Há milhares, milhões, bilhões de tipos de pessoas.
Esse é o terror e maravilha do ser humano - ninguém é igual a ninguém.
Salvo engano.

5 comentários:

Vilma disse...

Ainda bem, hein? :))

Paulo Brabo disse...

Há dois tipos de pessoas: as que dividem as pessoas em dois tipos e as que não.

Lou Mello disse...

Não sei não. No japão as pessoas parecem todas iguais, segundo um vizinho que esteve lá.

Tuco Egg disse...

Há 10 tipos de pessoas. As que conhecem sistema binário e as que não.

Anderson Moraes disse...

Eu não sou igual nem a mim mesmo.