terça-feira, 18 de dezembro de 2007

99- MARAVILHAS DO PRIMEIRO MUNDO (O Tempo Passa...)

Aos dezoito anos, visitar e morar nos Estados Unidos era algo raro. Ainda não estávamos na era da comunicação, e, portanto, as informações sobre a vida americana tinham ares de sonho e mistério.
Ao chegar lá, para um ano como intercambista, um mundo novo e fascinante se abria à minha frente. As casas, os carros, a comida, as meninas, os esportes, os costumes, os valores, o clima, a língua, a música, tudo era diferente. Até mesmo aquilo que pensávamos ser igual, era diferente.
Por exemplo, apesar de ouvirmos no Brasil muita música americana, também ouvíamos mpb e música européia. Lá, não. Era só rock e música americana. Do Brasil, só "Garota de Ipanema"!!!
Nos esportes, o baseball dividia as atenções com o basquete e o futebol americano. Nada de futebol "normal", que eles chamam de "soccer".
E por aí vai.
O desafio para adaptar-se a esse novo e diferente estilo de vida é muito grande. É a tal da "experiência transcultural", de valor inestimável para qualquer um que tenha tido a oportunidade de experimentá-la. Difícil, penoso às vezes, mas inestimável.
Em meio a tantas novidades, não foi nenhuma tecnologia de ponta ou avanço cultural que me surpreendeu de cara.
Foram duas coisas simples, quase banais. Mas causaram-me tanto impacto que escrevi à família descrevendo-as entusiasmado.
Primeiro, o papel higiênico, lá "nos States" cortava no picotado!!! Impressionante! Porque aqui, apesar de existirem, os picotes no papel, não tinham função prática. Nunca rasgava-se no picotado!!! Lá, sim!!!
A segunda coisa: a experiência sensual de tomar banho com sabonete Dove. Não havia Dove no Brasil, e a sensação de maciez na pele após o banho foi incrível. No primeiro banho, até enxaguei-me novamente porque pensei que o sabonete não havia saído da pele no primeiro enxágue...
Pois é, sabonete e papel higiênico: as primeiras grandes surpresas de minha experiência transcultural...

2 comentários:

Lou Mello disse...

Dove e papel picotado, esses americanos do norte são mesmo uns caras-de-pau,imitam tudo que nós temos. O meu, você já usava peruca em 1973?

diariodehitlodeu disse...

Que susto...


... pensei que ia falar que eles usavam papel higiênico dos dois lados.