terça-feira, 1 de abril de 2008

108- VESTUÁRIO, ACESSÓRIOS E FUTILIDADES (O Tempo Passa...)

É notório. Não sou um cara muito ligado em grifes, moda e elegância. Não sou nenhum desleixado também. Procuro me vestir bem quando a situação exige – vejam minha elegância discreta no casamento da Dani – mas não faço questão de “estar na moda” ou “vestir grife”. Prefiro sandálias havaianas, bermudas, camiseta básica e um boné leve – pra proteger a careca.

Mas, como todo mundo, creio, também tenho minhas roupas especiais, que ficaram na lembrança e que gostaria de vestí-las novamente, caso o tempo voltasse atrás.


Por exemplo, na adolescência tive uma camisa de mangas longas com listrado fino branco e cor-de-rosa, de tecido “anarruga” que era um desbunde. Tive também um sapato mocassim “Samello”, presente da tia Jô, que era bonito e confortável. A primeira calça “Lee” – naquele tempo, mais famosa que a Levi's – também me marcou. Uma glória foi quando, já adulto, pude comprar uma jaqueta de couro preta – ela ainda existe e só serve na Dani – sonho de todo quase motoqueiro. Aliás, minhas motos – foram 3 – dão outra história.


Outro acessório que me lembro com carinho foi um cinto largo de couro natural, talhado em baixo relêvo à mão, desses que o pessoal do rodeio de Barretos gostaria de usar. O couro acabou se desmanchando com o tempo.

E houve também meus óculos de lente espelhada, que eram um arraso! Só tive coragem de usá-lo quando estava nos States...



Vou parar por aqui. Senão, daqui a pouco estarei falando de meias, gravatas, cuecas e outros apetrechos. Vou parecer um “engomadinho”, como diziam meus avós...

3 comentários:

Alex Liki disse...

Belos óculos, mas por favor, vamos manter as cuecas de lado. ;)

Roger disse...

Engraçado isso: agora que o tênis All Star está de volta, não tenho coragem de usar, ainda que a tentação seja grande. O meu primeiro e único par comprei em Miami em 84. O tempo é memso cruel.

alealb disse...

Rubinho, "na adolescência tive uma camisa de mangas longas com listrado fino branco e cor-de-rosa, de tecido “anarruga” que era um desbunde." que isso, hein????
fiquei imaginando voce, adolescente!!!!!!!!!!!!!!!
:)
:)
beijos,
alê