segunda-feira, 30 de junho de 2008

Despedidas

Minha tia Diva, já perto dos 90 anos de idade, faleceu este fim de semana. Deixa saudades...
Estamos sempre nos despedindo das pessoas, não é?

Quando jovens, a gente se despede dos avós, bisavós, e tios-avós;
já adultos a gente se despede de tios e pais;
ficamos idosos e a gente se despede de irmãos e primos;
depois, a gente se despede...

5 comentários:

Carmen amiga disse...

É muito estranho mesmo; por mais que seja um ciclo normal, sempre acaba por nos surpreender...

Conheci a sua tia Diva, que sempre foi muito acolhedora!!!
Também acabei fazendo parte desta família por um tempo e sempre fui muito bem recebida... Tia Diva, sempre com seu jeitinho calmo e suave... Deixa saudades, com certeza, e uma lembrança agradável. Que Deus console a vocês e a todos os familiares... Beijos, e um abraço apertado!

Alice disse...

É Rubinho... e assim caminha a humanidade, passo a passo , na mesma direção.
Um dia a gente ainda reencontra todas essas lindas pessoas e juntos numa grande ceia , vamos rir e cantar a valer o tal novo cantico que nos alegrará pra sempre.
Um grande abraço pra vc, com o carinho de quem conhece o som da saudade.

Roger disse...

Muito profundo.

Quis colocar lá no fraternus, mas só tinha uma foto sua rindo que não combinava de jeito nenhum com o texto... então completei com o comentário da Alice. Deu certo!!

Abração,

Roger

Chris Rodrigues disse...

Um dia isso acaba...gostaria de não me despedir de nenhum destes queridos.

Vilma disse...

É apenas um até já! :)