terça-feira, 15 de julho de 2008

Imbroglio federal

Não sou letrado em direito constitucional. Não conheço detalhes do caso, pois não leio jornais e só tenho conhecimento dos fatos pelas manchetes da internet.
Mas que é estranho o caso Daniel Dantas/Gilmar Mendes, isto é.
Para quem não sabe, o Daniel Dantas é um notório milionário cuja fortuna provém de nebulosas negociatas que envolvem vários níveis de vários governos e multinacionais. E o Gilmar Mendes (eu devia ter escrito S. Excia. Dr., ainda vou ser preso por isso, pela Lei Azedo) é o presidente do Supremo Tribunal Federal brasileiro que mandou recentemente soltar o Dantas duas vezes, depois de ter sido - o Dantas - preso pela Polícia Federal, acusado de inúmeros crimes.
Agora, corre um movimento para tirar a presidência do dito cujo Mendes por suposto "crime de responsabilidade".
Querem até que eu assine um abaixo-assinado pedindo o impeachment do Mendes.
Eu, hein! Quem é que vai me tirar da cadeia depois? Hein?, hein?...

4 comentários:

Alice disse...

rsrsrrs pois é amigo, como diria minha mãe: a coisa ta é ficando preta !

rsrssss


bjkassss pra vc

bete pereira da silva disse...

E eu diria mais, eu diria que a coisa tá ficando preta.

carmen, indignada, disse...

É uma vergonha nacional!!!

alysson disse...

Dantas me faz lembrar Bretch:

"O que é roubar um banco comparado a fundá-lo"?