quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

Plagiando


Metade
à moda de Oswaldo Montenegro

Metade de mim é meu gemido,
mas a outra metade é silêncio
metade de mim é partida
e a outra metade é saudade
metade de mim é o que ouço,
mas a outra metade é o que falo
metade de mim é o que penso,
e a outra metade é o que sinto
metade de mim é a lembrança,
a outra metade, esperança...
metade de mim é abrigo,
mas outra metade é cansaço
metade de mim é a poesia
e a outra metade é canção
metade de mim é amor
e a outra metade...
é você.

9 comentários:

bete disse...

Rubinho do céu, você anda muito afiado, manda mais, manda mais, medalha medalha medalha af af af

Vilma disse...

Gostei muito! :))

* O Cantinho da Lia * disse...

metade de mim é a lembrança,
a outra metade, esperança...


Adorei...simplesmente.

Vilma disse...

Rubinho! Fiquei fã!
Já saquei uma série de musicas dele!
Obrigada pela partilha!!!!

neli araujo disse...

Ficou muito lindo, Rubinho!

Parabéns!

bjs,

Neli

Gabriela Pimentel Miglino disse...

Ah, que lindo!

carmen disse...

Não conheço o original, mas é muito lindio...

Ficou muito bom...
bjs

Rubinho Osório disse...

Carmen,
O original está no link do videotube que se abre clicando no nome do autor! Vá lá!!!

Dona Sra. Urtigão disse...

Graaande garimpeiro... ou arqueólogo.
Mas e eu sempre tenho um "mas", existe tanta coisa entre um e outro extremo simplificados como metades, que, penso, temos "n metades"...