sexta-feira, 25 de setembro de 2009

O lixo eletrônico e o lixo político

Manifesto Lixo Eletrônico: ASSINE!

Tramita em Brasilia, na Câmara dos Deputados, o projeto de lei (PL 203/91) que irá definir a Política Nacional de Resíduos Sólidos. Sem qualquer consulta ou justificativa plausível, um "grupo de trabalho" alterou a redação do artigo 33, que regulamenta a logística reversa e a reciclagem, e retirou a menção aos produtos eletro-eletrônicos. Com essa alteração, o projeto de lei que deveria criar a Política Nacional de Resíduos Sólidos passa a ignorar a existência do lixo eletrônico, problema crescente e de alto custo sócio-ambiental.

Por esta razão o Coletivo Lixo Eletrônico toma a iniciativa de pressionar os deputados e senadores para a re-inclusão dos produtos eletro-eletrônicos no PL 203/91 através da criação e divulgação do "Manifesto Lixo Eletrônico: pela inclusão dos produtos eletro-eletrônicos na Política Nacional de Resíduos Sólidos".

Se concordar com os termos deste Manifesto, assine a petição online e ajude-nos a divulgá-lo.

(recebi da amiga Carmen e achei melhor postá-lo. Se quiserem ir direto à fonte, clique aqui)

3 comentários:

Tuco Egg disse...

Políticos costumam fazer com bons projetos de lei o mesmo que o cristianismo fez com a mensagem de Jesus. Modificá-los sutilmente até que se tornem irrelevantes.

Assinei e vou postar nA Trilha tb.

Valeu.

Georgia disse...

É mole nao...

Bom fim de semana

Fábio Adiron disse...

Lixo eletrôncio inclui as besteiras que circulam na Internet?