quinta-feira, 1 de outubro de 2009

Salvação


Pai e filha discutem a melhor maneira de salvar o meio-ambiente da Serra da Mantiqueira.
Enquanto isso, cachoeira e mata aguardam.
Pacientemente.

11 comentários:

Lou Mello disse...

Putz! Você tem filha do seu tamanho e com consciência ecológica! Meu, como você lida com isso? Deve ser dificílimo.

Rondinelly disse...

Rubinho, pela sua cara a coisa tá pegando pro seu lado!
"- Pai, sua tarefa é convencer o Lula a esquecer esse negócio de promover venda de automóveis e o Serra a sair dessa onda de promover turismo...
- Mas, logo eu, filha! Prefiro catar os copinhos plásticos na serra todinha..."
Os turistas e os carros serão os símbolos do progresso na futura humanidade-sem-Ecossistemas.

Fábio Adiron disse...

Não se chegaram a alguma conclusão, mas a foto ficou ótima

neli araujo disse...

Oi, Rubinho!

Concordo com o Adiron! A foto ficou ótima, e vocês dois também!

Não importa o que estão discutindo...o que importa é ver pai e filha juntos!

beijocas,

neli

Roger disse...

De fato, a foto é reveladora:

visões diferentes e
opostas

os olhares introspectivos e
bocas fechadas

deixam claros o fim do debate sem o alcançe de um consenso...

Rubinho Osório disse...

Roger, ledo engano:

visões diferentes e
COMPLEMENTARES
os olhares introspectivos e
COMUNICAÇÃO EM SILÊNCIO
deixam claro A PAUSA No debate PARA SE CHEGAR A um consenso.

Roger disse...

Caro Rubinho,

isso me força a 2 ou 3 considerações:

1) teste psicológico de projeção (e eu embarquei nele)
2) você mais uma vez usou (imagino) com gosto o "ledo engano"!!
3) E qual então foi o consenso??

Rubinho Osório disse...

O consenso foi:

TÁ DIFÍCIL SALVAR O PLANETA !!!

carmen disse...

Que a conversa é séria, não tem dúvida!!!

Tomara que cheguem a um consenso...

abçs

Nelson Costa disse...

Legado com consciência ecológica ?
Isso é um presente do céu!
Taí a futura geração.

Djalmir de Barros disse...

Ta difícil salvar o planeta. Cada vez que eles encontram petróleo, deixam o planeta cada vez mais OCO e o petróleo vai queimando cada vez mais, gerando a feia fumaça que sobe, apagando as estrelas.