terça-feira, 27 de abril de 2010

"Se eu quiser falar com Deus" - 1

No mundo há muito mais crentes do que ateus. A maior parte das pessoas, sejam de onde forem, afirma crer em algum ser divino, em algum deus, enfim.
Falar com deus pode ser fácil ou difícil, depende da religião que você professa. Ouvir Deus é bem diferente. Para alguns, deus fala por textos sagrados antigos. Para outros, em cerimônias religiosas. Outros ainda, ouvem deus pela boca de seus líderes - talvez o meio mais perigoso - e outros, internamente, no coração e na mente.
Deus nunca falou comigo. Não de uma forma direta, como propôs Woody Allen em um de seus filmes: "Por que Ele não prova para mim a sua existência, digamos, depositando um milhão de dólares em uma conta com meu nome na Suíça?"
Aceito, com um pé atrás, que Deus possa ter dado muitas e boas instruções. Na Bíblia, por exemplo. Mas não são para mim, individualmente. São orientações que se aplicam a muitos e em diferentes épocas. E são de difícil compreensão.
Dizer que ouviu, leu, "recebeu" uma mensagem divina é uma ousadia e insensatez imensas: ninguém pode dizer com certeza "Deus falou comigo", pois ninguém é Deus. Como saber se não foi, na verdade, apenas uma ilusão, um produto da mente?
Mas, certa vez, em plena Chapada Diamantina, tive a nítida impressão que sabia o que Deus queria de mim.
Conto mais tarde... esperem!

5 comentários:

Eduardo Medeiros disse...

Rubens, bela reflexão.

Não consigo conceber que deus tenha jamais falado com alguém. Somos nós, na verdade, que "falamos" com ele e dessa conversa toda surge as religiões e a teologia.

A Bíblia e qualquer outro livro sagrado não é deus falando ao homem, é o homem falando sobre deus.

Agora, diversas vezes me vi "ouvindo" a voz dele. Essa é a graça do negócio...rssss

abraços

neli araujo disse...

Oi, Rubinho!

Gostei da reflexão!

Eu creio que até hoje Deus fala com os homens, e das formas mais prosaicas!

Tenho certeza de que Êle falou comigo várias vezes, mesmo quando eu não queria ou não estava à procura de algo...

Em uma destas vezes, deixei de fumar, da noite para o dia, após um sonho revelador. Meus filhos são testemunhas desta história.

Quero saber o que ocorreu na Chapada Diamantina! Tenho certeza de que vou gostar!

Uma beijoca,

neli :)

Roger disse...

Rubinho,

"seria menos constrangedor se Deus não nos falasse assim tão diretamente através de seus textos" (2)- já li essa frase em algum lugar.

Raquel disse...

Sempre que falamos com Deus,nas suas inúmeras possibilidades,somos considerados normais.Mas quando comentamos para alguém que Deus falou conosco,nas suas inúmeras possibilidades,corremos o risco de passar por loucos...

Fábio Adiron disse...

Pois é Rubinho, somos seres que só querem falar, jamais ouvir