quarta-feira, 5 de setembro de 2012

Falar de Ética em período eleitoral

Falar de Ética em período eleitoral é bom. Tá todo mundo atento para o tema. Ninguém quer eleger um candidato aético. Todos concordam que Ética é essencial na política. Talvez até concordem que também é importante na vida em sociedade. Mas, aí, já não falam tanto, né?
Resolvi falar de ética pra pegar o bonde (ô coisa antiga!) e, quem sabe, aumentar o ibope do meu blogue... (brincadeira!)
É que nesta semana minha filha Dani e a prima Fabiana postaram no Facebook textos sobre a ética que me provocaram uma reflexão.
Um dizia que ser ético é "quando aquilo que você quer é ao mesmo tempo o que você pode e deve". Vi uma vez explicação semelhante pelo professor Mario Sergio Cortella.
O outro texto falava sobre a inutilidade das palavras se não forem colocadas em prática. Acrescentei uma frase que estampava as camisetas de campanha de uma chapa eleitoral em campanha na fundação dos servidores municipais de Sorocaba, há muitos anos:
"Ideias que não se tornam em palavras são inúteis; palavras que não se tornam em ações são inúteis".

Refletindo sobre os dois textos, alterei esta frase da seguinte forma:

"Ideias sem palavras são inúteis; palavras sem ações são inúteis; ações sem ética são inúteis".

Um comentário:

Fabio disse...

Meu querido Rubens, que bom ver você escrevendo novamente. Ficou boa a juntada do "Tempo" com o "Salada"; talvez você possa chamá-la de "Salada do Tempo" (rsrs).
O convite à reflexão é uma perfeita chamada para deslindar-se o presente (há aquele provérbio chinês que ensina "Se você quer conhecer seu passado, olhe sua condição atual. Se você quer conhecer seu futuro, olhe suas ações atuais", o que de outra forma também significa "se queres compreender tua situação atual, busca as raízes no passado".
Discutir Ética pode ser uma excelente oportunidade de agarrar um dos fios do novelo e seguir adiante desembaraçando-o; ver sua filha interessada é algo que alimenta a esperança.
Só quero aqui lembrar das armadilhas de se considerar "ética" como um bem absoluto ou um fim em si mesma: ética sobretudo é uma escolha de valores. Cada pessoa faz a sua, cada classe social acaba, de uma forma ou de outra, elegendo a sua.
Refleti um tanto sobre isto naquela série de artigos que você já deve ter visitado:
http://www.cepa.tur.br/artigos/sinte_2.htm
Continue a escrita com toda a força.
Um abração em você e na família