quarta-feira, 13 de novembro de 2013

Arrependimento Inútil

"...Falo de gente que desejaria que Deus ou o universo fossem muito diferentes do que evidentemente são. Gente que gostaria de ser poupada do peso de absolutamente qualquer liberdade e de toda responsabilidade. Que gostaria que Deus lhe desse um sinal muito claro a cada passo a ser tomado, e uma simultânea garantia de sucesso. Que chora formidavelmente quando o bem que faz não é imediatamente premiado ou reconhecido. Gente que nem sempre está disposta a viver com as consequências do mal, mas está frequentemente disposta a arrepender-se do bem que fez, se entende que sua “ingenuidade” em pagar o preço da virtude acabou produzindo o próprio sofrimento. 
Gente que, numa palavra, está pronta a arrepender-se de qualquer coisa – até mesmo de amar – se sua presente condição implica em alguma medida de sofrimento...." - Paulo Brabo

(Que bom que "A Bacia das Almas" continua viva, mesmo depois de finda. Dessa forma, somos brindados com reflexões excelentes como esta, que você deve ler integralmente em "Sobre se Arrepender")

Um comentário:

Tuco Egg disse...

Rubinho, vc já assistiu "Piaf, um hino ao amor", né? Belíssimo. No link a cena final do filme (CUIDADO - totalmente spoiler):

http://www.youtube.com/watch?v=m3lEfFd5Z2Q