segunda-feira, 18 de fevereiro de 2008

"É que Narciso acha feio o que não é espelho*..."

Seremos todos narcisistas? Somos incapazes de reconhecer o que não é a nossa imagem e semelhança? Será que só achamos belo, valioso e relevante aquilo que reflete nossos gostos, valores e prioridades?
Estará Cae, mais uma vez, correto?

* - letra de Sampa, de Caetano Veloso

4 comentários:

Alice disse...

Olá Rubinho... e como o velho Cae está certo, afinal, é bem mais agradável e dá muito menos trabalho gostar de quem gosta da gente, concordar com quem concorda com a gente, ser a amigo de quem se interessa por vc.... talvez por isso eu não seja lá tão agradável...."alguma coisa acontece no meu coração!"...
rsrss
abraços

alealb disse...

oi Rubinho,
estou passando e deixando um abração,
alê

Roger disse...

E aquela idéia de que os opostos se atraem?
Não, não... às vezes nossos sósias nos irritam, até mesmo por mostrar-nos que não somos tão belos assim.
Tem aquelas pessoas que admiro justamente por serem complementares.
Sem essa de síndrome de Cap. Nascimento.

Abrçs,
Roger

Rubinho Osório disse...

Pois é, Roger, bem na hora que vc pensa que pode ter achado algo próximo de uma verdade, vem "alguém" e faz um comentário destruindo tudo... pode?
Mas vc está certo, tb. É realmente um alívio, às vezes, ficar perto de alguém que é o oposto do que somos.
Como dizia um amigo, "tem dias que nem eu me aguento!"