quinta-feira, 8 de abril de 2010

Tempos melhores virão

Triste, pelo que houve no estado do Rio de Janeiro, com tanta destruição e perda de vidas, fui agraciado ontem por este por-do-sol em minha casa, para me mostrar que "depois da tempestade, vem a bonança" e podemos ter esperança de dias melhores.
Que isto se torne realidade para o sofrido povo do Rio, e lindos por-de-sol possam ser apreciados pela população em breve.

9 comentários:

Gabriela Pimentel Miglino disse...

Será.
A maioria das minhas peças eu dei de presente não e tenho foto. Mas um dia fotografo meus pratos e colares, e o que mais for produzindo por aqui e posto no blog pra vc ver.
Muito triste esse desastre no Rio. Começo a ficar encabulada com essa história toda de 2012. Ai ai ai..

Gabriela Pimentel Miglino disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Rondinelly disse...

Oh, não sei se fui envenenado pela comoção, mas no meio do teu texto tem uma coisa extremamente bonita, mais ainda se for tirada do contexto geral e lida como um verso poético:
"Este por-do-sol em minha casa".
O sol se põe na sua casa?

Rubinho Osório disse...

Sim, meu caro. Põe-se. Diariamente. Venha ver!

neli araujo disse...

Rubinho amigo,

Lindo este por do sol em sua casa!

São estas coisas que nos dão alento e nos fazem crer que algo melhor virá!

Após ter "literalmente" chorado ao ver o noticiário da hora do almoço, tinha que ver este por do sol! Lindo!

beijocas,

Neli

Chris Rodrigues disse...

Sim, esperamos também!! Foi triste!

Juber Donizete Gonçalves disse...

Rubinho,

Depois do desastre, a prefeitura e governo estadual, anunciaram verbas de mais de 1 bilhão de reais na remoção das pessoas nas áreas de risco. Pergunta-se: Por que não fizeram isso antes? Faço das suas palavras as minhas, onde oro para que o Senhor derrame sua graça sobre esse povo sofrido e que possam ter por-de-sol e nascer da manhã apreciados em paz.

Abraço.

alealb disse...

amém!
beijos,
alê

Eduardo Medeiros disse...

Bela foto. O que seria de nós sem a capacidade de sonhar e de querer dias melhores? Viva a esperança e salve a atitude!!

abraços