sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Sentido

Há muita coisa que não faz sentido... acho até que há mais coisas sem sentido do que com.
Vejam vocês o universo, por exemplo. Cada vez que a ciência descobre um "porquê" em algo dele, aparecem 3, 4 perguntas novas desafiando o sentido das coisas. (Vide essa bactéria estranha que come arsênico!!!)
Nas ciências humanas, então, é bem pior. As ações humanas não tem sentido algum! Atribui-se a Dalai Lama a frase: "O que mais me surpreende na vida são os homens, porque perdem a saúde atrás de dinheiro para depois gastar o dinheiro tentando recuperar a saúde. E por pensarem ansiosamente no futuro, esquecem do presente de tal forma que acabam por não viver nem no presente, nem no futuro. Vivem como se nunca fossem morrer... E morrem como se nunca tivessem vivido." Ele tem razão, há coisa mais sem sentido?
Às vezes me pego pensando como Wood Allen, em um de seus filmes: "Se ao menos Deus existisse, as coisas fariam sentido... Por que Ele não prova a Sua existência? Afinal, se Ele existe, seria fácil. Bastaria, por exemplo, depositar um milhão de dólares em minha conta bancária!".
Coisa estranha mesmo, é a religião, né não? Faz sentido os homens imaginarem que podem "alcançar", "agradar", "servir", "enganar", "usar", "adorar" a divindade, seja lá quem o quê for? Se Deus é Deus, isto é, se Ele existe de alguma forma, que sentido faz criar doutrinas, estruturas, ritos, como se fosse possível "domesticá-Lo"?
É... Não Faz Sentido!!!!



4 comentários:

Volney Faustini disse...

Eita Rubinho! Dez!!

Roger disse...

Isso me faz lembrar o aluno universitário que, após longa explanação do professor sobre uma fórmula matemática difícil e indagadoo se alguém tinha dúvidas, levanta a mão e diz:

- Não entendi...

- Não entendeu o quê? Qual parte?

- Tudo... nós aqui... a sala... a universidade... o mundo... a vida.

Nelson Costa disse...

Já disse e repito:Falar o que mais? Pode tirar todo o sentido! Lindo comentário!

Dona Sra. Urtigão disse...

Todo sentido...