quarta-feira, 21 de maio de 2008

Dando nomes aos bois

No post sobre meus bichos (veja aqui), deixei de mencionar os nomes de vários deles. Minha filha, ciosa das lembranças dos nossos bichinhos, deu-me uma lista para que eu pudesse dar nomes aos bois.
Aqui vai:
O coelho branco chamava-se Pipoca; tivemos ainda os seguintes gatinhos: Pink, Kate, Perfex, Manchinha, Madona, Ofélia e Arnie; e também os seguintes cães: Pituka, Pantera, Ira e Toby.
Pronto! Feito justiça à memória dos saudosos amigos!

5 comentários:

Alice disse...

passei pra te deixar um abraço !

Roger disse...

E por falar na bicharada, parece que hoje poderemos finalmente ir com nossa filhinha ao Zoo.

Abração,

Roger

Chris Rodrigues disse...

Este post me fez pensar sobre os tantos bichos que passaram por minha vida e continuam passando...rs...

bete p.silva disse...

Eu tive um gato que se chamava Zé Brandão. Um belo dia o Zé Brandão trouxe um monte de gatinhos, foi aí que descobrimos que ele era uma gata, mas aí não dava mais pra mudar o nome dele. Zé Brandão ficou.

Carmen disse...

Pois é,Bete, você não foi a única a ser enganada; meu Félix acabou virando Felina, pois descobriu-se a tempo...