segunda-feira, 22 de dezembro de 2008

Sem coração

Who needs a heart, when a heart can be broken” (Quem precisa de um coração, quando um coração pode ser quebrado). Voltei a ouvir a fabulosa Tina Turner, na Pier FM (www.pierfm.com.br) “a radio que toca o coração”.
Tina está certa. Todos nós já tivemos nosso coração partido. Uma separação dolorosa, uma relação amorosa que chega ao fim, a perda de um ente querido, uma decepção com algo/alguém importante para nós, são fatos que machucam o coração.
Melhor não ter coração, ser insensível, não amar, não se apegar para não sofrer, não é?
Cuidado!!! Você pode fechar o coração para todo sentimento; torná-lo duro feito aço, inquebrantável, mas você perderá também o que torna a vida uma experiência única e indescritível; perderá o amor, a solidariedade, a empatia, a fraternidade.
Enfim, a humanidade!!!

10 comentários:

Alice disse...

Rubinhoooooo... to passando correndo e te deixando um beijão de Feliz Natal !!!!!


Fuiiiiiii....

valter ferraz disse...

Rubinho,
às vezes por medo de nos machucar acabamos por abrir mão da possibilidade de sermos felizes. Há que se correr riscos. Alguns corações quebrados, recuperam-se pela força da magia do amor.
Bonita essa tua relação com a música. Vai buscar o sentido das coisas que estão embutidas nas letras e nos sentimentos.
Bom, vamos que vamos. 2009 vem aí.
Forte abraço

Lou Mello disse...

Poderá parecer prepotência, mas nunca passei por isso. Meu coração nunca se partiu, pois nunca passei por nenhuma desilusão amorosa. Bem tirando a Rosinha, a Lurdinha, a Soninha, hummmm, ah, teve aquela das tranças, mas aquilo era platônico, nem conta, sim a P...

Georgia disse...

Rubinho, excelente esse tem post.

Mas se partiram o nosso coracao com certeza também partimos o de algu´ßem, nao?

Passando para desejar a vocês muitas bencaos para 2009.

Hoje, é aniversário do Valter e tem uma presente pra ele lá na Saia. Vai ter tempo de deixar a rádio um pouquinho e passar por lá?

Um grande abraco em vocês.

bete disse...

Rubinho, te desejo um doce, santo e abençoado Natal, em Cristo, nossa única esperança.

MamaNunes disse...

Oh Rubinho...olhando para a sua foto ao lado da sua amada há 31 anos, não dá prá duvidar do amor...aquele verdadeiro que a gente vive com um coração que se renova a cada beijo..
Um abração e
"Viva" o Natal!!!!!

Dona Sra. Urtigão disse...

Mas Amor não tem que ser essa coisa de posse. Esta é que pode partir corações... A perda, no maximo arranha e doi, mas a vida continua, é só percebermos outras formas de viver amando...

neli araujo disse...

Rubinho e Elaine queridos!

O post está muito ótimo! Serve de alerta para nós que já tivemos nosso coração partido...

Olha, a foto de vocês está muito linda! Rubinho,foi um prazer re-encontrá-o este ano, e conhecer a Elaine também!

Vocês são pessoas queridas, especiais e "do bem"!

Feliz Natal!!!!!!!!

beijinho,

neli

carmen disse...

Rubinho:
Gostei do seu post...
Você tem razão, não podemos perder a humanidade, a capacidade de amarmos e sermos amados, em vários níveis, amor ágape, amor fraternal, amor filial, amor...

Um Feliz Natal para você e para toda a sua família!!!

bjs natalinos

Chris Rodrigues disse...

Gostei...feliz natal...ainda não te ouvi, mas certamente, isso já já acontecerá.